Cachoeira Caldeirão antecipa em oito meses início de suas operações

A usina hidrelétrica Cachoeira Caldeirão, localizada no rio Araguari, no estado do Amapá, já está pronta para iniciar a operação comercial da sua primeira unidade geradora, com capacidade instalada de 73 MW.

Importante investimento da CTG Brasil, a hidrelétrica começa a operar oito meses antes da obrigação contratual. As unidades geradoras UG02, UG03, ambas também com capacidade instalada de 73 MW, estão em fase avançada de comissionamento para obtenção gradativa da operação em teste e comercial.

A UHE Cachoeira Caldeirão possui capacidade instalada de 219 MW e 129,7 MW médios de garantia física. O empreendimento conta com investimentos de cerca de R$ 1,1 bilhão e possui 100% de sua energia assegurada comercializada no Leilão A-5, de dezembro de 2012. O termino da concessão é em 2046.

Com o empreendimento, a CTG Brasil, subsidiária da China Three Gorges Corporation, maior produtora de energia hidrelétrica do mundo, dá mais um passo para se tornar uma empresa de relevância no mercado brasileiro de energia limpa.

Segundo leilão de venda energia da CTG Brasil foi realizado com sucesso

O segundo leilão realizado pela CTG Brasil no país, para a comercialização de energia no mercado livre , foi realizado com sucesso no dia 06/04/2016.

O leilão, que colocou à venda um produto com duração de três anos para geradores de energia elétrica, comercializadores e consumidores livres e atingiu plenamente os objetivos da empresa.

 

CTG é premiada pelas aquisições de projetos Brasileiros

Em 12 de janeiro, foi realizado o 4º Fórum Econômico e Financeiro dos Países do BRICS em Pequim. Com o tema “Novos Horizontes para o BRICS: Intercrescimento e Desenvolvimento Integrado”, o fórum reuniu mais de 200 autoridades, especialistas e estudiosos dos círculos políticos e empresariais dos países do BRICS.

Zhu Guangyao, vice ministro das Finanças; Guo Weimin, vice diretor do Gabinete de Informação do Conselho de Estado; Roberto Jaguaribe, embaixador do Brasil para a China; Zhang Shaogang, Diretor do Departamento de Comércio Internacional e Assuntos Econômicos, Ministério do Comércio; Leslie Maasdorp, vice-presidente do Novo Banco de Desenvolvimento do BRICS; Dolana Msimang, embaixadora Sul-Africana para a China; Tomichin Evgeny Yurievich, Ministro Conselheiro da Embaixada Russa na China; Namgya C. Khampa, conselheiro de comércio da Embaixada da Índia na China; Rui Wanjie, vice diretor do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas; Wang Guangtao, ex-Ministro da Construção e outros líderes fizeram discursos durante o  fórum.

A China Three Gorges Corporation (CTG) recebeu o “Prêmio de Melhor Projeto de Investimento de Empresas Chinesas no Exterior” pela aquisição da concessão das usinas hidrelétricas de Ilha Solteira e Jupiá no Brasil. Sha Xianhua, vice-presidente executivo da CTG, recebeu o prêmio em nome da CTG e discursou: “Este é o reconhecimento pleno das operações da CTG no exterior, a “globalização” das empresas chinesas, os esforços dos países do BRICS no desenvolvimento vigoroso de energia limpa e energia hidrelétrica verde”, disse ele.

A usinas hidrelétricas de Ilha Solteira e Jupiá têm capacidade instalada total de quase 5000 MW. Os investimentos da CTG no Brasil darão uma contribuição positiva para o desenvolvimento da economia de baixo carbono no País e a melhoria da sua capacidade para a segurança energética, além de aprofundar ainda mais os contatos econômicos, comerciais e tecnológicos entre os dois países, e promover o intercâmbio e a cooperação entre os dois lados.

CTG Brasil assina concessão de Jupiá e Ilha Solteira

A CTG Brasil assinou nesta terça-feira (05/01), em uma cerimônia com a presença do ministro-interino de Minas e Energia, sr. Luiz Eduardo Barata, o Chairman da China Three Gorges Corporation, sr. Lu Chun e o Embaixador da China no Brasil, sr. Li Jinzhang, o contrato de concessão das Usinas Hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira para os próximos 30 anos. A empresa será a primeira estrangeira a assumir sozinha a gestão de uma hidrelétrica no Brasil.

Durante a cerimônia, sr. Eduardo Barata afirmou que o país valoriza a participação de investidores estrangeiros nos projetos de infraestrutura, como os do setor de energia. “Apesar do cenário de grandes desafios, o Brasil, em particular o setor energético, continua a ser um dos principais destinos do investimento internacional”, disse.

Em seu discurso, o sr. Lu Chun, destacou que grandes hidrelétricas fazem parte do DNA da China Three Gorges e que embora a empresa esteja há apenas dois anos no País, já está presente em dez Estados brasileiros. “Queremos expandir nossa presença no país investindo em energia limpa”, disse.

O sr. Lu Chun também reconheceu a importância das duas usinas para o parque de geração brasileiro. “A CTG cumprirá todas as cláusulas do contrato de concessão. Somos uma empresa responsável”, complementou.

A CTG Brasil arrematou as duas usinas no leilão realizado em 25 de novembro de 2015 e o valor total da outorga é de R$ 13,8 bilhões em bônus. A empresa pagou 65% desse valor e pagará o restante em 180 dias.

Jupiá e Ilha Solteira tem capacidade instalada de 4.995 MW. Com essa aquisição a CTG Brasil se torna a segunda maior geradora de energia com capital privado no país.