CTG Brasil marca presença em evento da FGV sobre desafios e perspectivas para o Brasil

“Estou acostumado a falar sobre o Brasil para os chineses, mas hoje vou fazer o oposto: vou falar sobre a China para brasileiros.” Foi assim que Li Yinsheng começou sua apresentação na última quarta-feira, dia 6, no evento Desafios e Perspectivas para o Brasil, promovido pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O presidente da CTG Brasil participou do debate Gargalos Estruturais: Educação, Financiamento e Infraestrutura, e aproveitou a oportunidade para falar sobre suas ideias sobre o desenvolvimento de infraestrutura na China nas últimas décadas, abordando                                                                                                                                                                                                                                                               potenciais que Brasil e China poderiam explorar juntos de acordo com a iniciativa “One Belt, One Road” (em tradução literal um cinturão, uma estrada), que foi estendida a essa parte do mundo. Para Li, melhorias na infraestrutura são urgentemente necessárias no Brasil, não apenas para que seja capaz de crescer no futuro, mas também para aumentar a interconexão dentro do país, ajudando pessoas em áreas menos desenvolvidas a se tornarem forças de trabalho mais produtivas.

Ele também falou sobre o setor de energia da China e compartilhou os desafios enfrentados pelo setor com o objetivo de ser mais ecológico e sustentável. “O compromisso da China com o Acordo de Paris não é apenas um desafio, mas também uma ótima oportunidade para transformar o cenário energético do país”, ressaltou ele.

“Precisamos estar atentos às questões sustentáveis, mesmo quando estamos focados no crescimento e expansão de nossos negócios. A CTG Brasil carrega o DNA de sustentabilidade, que está nas raízes tanto da China quanto do Brasil, e estamos comprometidos em conduzir um negócio totalmente sustentável”, comentou.

Foto: Piti Reali